23.3.09

relMIRPT: "crise"

Relato nº1.020.340.001 da Missão de Investigação e Reconhecimento do Planeta Terra (MIRPT)

Ter>hum>eco

Os meios de comunicação terrestre não versam sobre outra coisa: "crise, crise e crise". Intrigados, resolvemos descobrir do que se trata a tal crise, imaginando que o fim da humanidade estivesse próximo, devido à dimensão propalada pela "mídia". Inicialmente, pensávamos que o planeta Terra estivesse em colapso, devido aos maus-tratos que vem sofrendo, ou então que um cometa estivesse se aproximando e que uma colisão fosse iminente. Descartamos tais hipóteses após rápida consulta em nossa base de dados astronômicos e ambientais. Depois, cogitamos de um gigantesco ataque terrorista usando bombas de hidrogênio. Impossível. O símio líder tribal mundial Obama acabou por arrefecer os ânimos conflitantes dos terráqueos insatisfeitos com a ordem geopolítica das coisas. Por fim, já sem estrutura de pesquisa, resolvemos apelar para uma atitude desprezível e desesperada: lemos os jornais, além das manchetes!

Descobrimos que a tal da "crise" se dá na esfera econômica, ou seja, os terráqueos estão preocupados com dinheiro! Não sei como pudemos esquecer que os símios ligam tanto para pedaços de papéis coloridos. Aparentemente, influenciados por decisões políticas de feições duvidosas e anti-humanitárias, identificadas sob a bandeira do que chamam "neoliberalismo", os humanos criaram um sistema financeiro fictício, existente apenas no plano abstrato, cuja razão de existência se alimentava de especulação. Eles institucionalizaram a especulação e, a partir daí, criaram uma imensa "bolha". Como aprendemos nos segundos iniciais de nossa existência (ao contrário dos nossos seres objeto de estudo), as bolhas são preenchidas de ar, ou, metaforicamente falando, de "nada".

Quando essa bolha financeira estourou, os terráqueos foram presenteados com "nada", o que causou pânico. Ao nosso ver, não há muita diferença entre pedaços de papéis e ar. Mas isso arrasou espetacularmente os seres humanos, cuja existência se demonstra materialista. Alguns deram cabo de suas próprias vidas (ao que parece eles não descobrem o sentido da vida enquanto respiram). Outros enlouqueceram. Alguns continuaram roubando, maquinando. Culpados são procurados por todos os cantos.

De qualquer maneira, em nosso estudo, notamos que a vida continua. Constantemente passamos em frente a estabelecimentos conhecidos como "bares" e os vemos lotados, símbolo de que a "riqueza" humana persiste. Indústrias e empresas continuam de pé. A par disso, não compreendemos exatamente do que se trata, materialmente, a tal "crise", uma vez que tudo permanece na mesma. Relatamos, por enquanto, que se trata de apenas mais uma esquisitice humana.

______

Acompanhe o relatório clicando aqui.

9 comentários:

Barbarella disse...

esquisitice humana mesmo... crise? que crise? oxiiii... lá no bar num têm crise que o álcool não apague..

tadeu disse...

Só pq o Obama é negro vc chamou ele de símio, cara!
isso é um insulto a minha raça negra!

boicotarei seu blog!
=D

ahauhahua

abraços

Marina disse...

Crise? Contanto que não acabe a cerveja... Hahuahuahauha!

Se é pra morrer, que seja de rir, não é?

Bruna Mitrano disse...

Verdade, se nos botecos todos sorriem, cadê a crise? Tá certo que a Brahma aumentou, mas..rs

Laila disse...

Sensacional!
=)

Nós humanos e nossas esquisitices... mas o fato que elas nos tornam cada vez mais humanos.
Apesar disto tudo, continuo sendo simpatizante do neoliberalismo, muito bem, obrigada.
^^
Alô alô marciano

Gabriel Leite disse...

Pode ser ingenuidade, mas eu ainda acredito na crise. Ela existe, fez muita gente perder o emprego, diminuiu o crescimento e atrapalhou um pouco as exportações do nosso Brasil.

Existe também a mania humana de aumentar e dramatizar o que já é ruim, tornando tudo ainda pior.

Laila disse...

No Banquinho está anunciando que tem um post novo aqui chamado "homens louros de olhos azuis" ou coisa semelhante, mas quando vou clicar aparece que a página não existe.
Deletaste?

Laila disse...

Poxa, foi uma pena...
Gostaria de ter lido
Eu adoro blogs que misturam política (adoro política)
=)

Laila disse...

Se aposentou, foi?