3.10.07

Suposições

Ficar sem acesso à internet é uma coisa difícil, ainda mais para um cara viciado como eu. A gente fica sem o que fazer e daí tem que...viver.

Mudei-me ontem para o ap novo. Logo trago fotos aqui, falo mais acertadamente sobre ele.

Infelizmente, a Copel, empresa que cuida da luz e energia de Londrina, não ligou a luz a tempo da minha mudança. Fiquei num apartamento grande, frio e escuro. Estava sozinho, os outros meninos só devem mudar mais para frente.

À luz de velas, estava retirando roupas das malas, quando a fome bateu.

Na portaria:

- Com licença, você conhece alguma lanchonete boa aqui perto, uma barraquinha de lanches, sei lá?
- Bem, aberto agora só deve ter essa aqui da galeria, falou o porteiro com cara do cantor Latino, que me olhava com certo desdém.

Embaixo do meu apartamento, e ao lado, há uma galeria de lojas, entre elas uma lanchonete, daquelas antigas, onde você pode sentar em frente ao balcão para comer.

Chegando lá, sento ao lado de um cara de uns 40...50 anos, que bebia uma Skol, sozinho. Viro a cabeça em direção a ele, para olhar os preços dos lanches que estavam numa daquelas telas pretas com letrinhas amarelas que estava atrás dele. Ele deve ter pensando que olhava para ele, pois me encarou assustado.

À garçonete:

- Boa noite, um cheeseburger e uma coca de garrafinha, por favor. (existe algo melhor que coca de garrafinha?)

Comecei a olhar para a TV, começava o Jornal Nacional. Um olho meu via a chamada das notícias feitas pela cara-de-bosta da Fátima Bernardes e pelo topetudo do marido dela. O outro olho, de esguelha, ainda reparava que o homem de 50 anos continuava a olhar pra mim.

"Porra, que cara gay! Pára de me olhar!", pensei.

E foi nesse olha-não-olha que comi o lanche, me limpei com o guardanapo barato, bebi minha coca e ouvi do cara:

- Cara, olha que idiota, não tem lógica, qual a diferença de um americano e um misto quente?
- Sei lá, não é a mesma coisa?
- Um ovo! No americano vai um ovo. E olha o preço. Americano 2,80 e misto quente 3,00. O cara não sabe cobrar.

Jamais dei uma risada tão forçada. Ele continuou:

- Já no X-Egg e no X-burger, a diferença é maior. O x-egg é mais caro, tem lógica? Um ovo!
- É, o cara cobra aleatoriamente.
- O cheeseburger é 1,30 mais caro que o burger simples. 1,30 por uma fatia de queijo?

Estava quase implorando para ele parar com aquilo. "Esse cara é viado ou não? Não amola!".

Voltei minha cabeça para a televisão, fiquei quieto, a Fátima começava a falar da ONU. O cara pelo jeito resolveu me levar a sério:

- Muito legal a apresentação de vocês ontem no simpósio. Vocês falam bem.

Olhei para ele surpreso.

- Você estava lá?
- Tava.
- Estuda lá?
- Aham, vocês são da UEL, né? Terceiro ano?
- Primeiro, e você?
- Terceiro mesmo.

Ele se referia a um simpósio duma faculdade particular de Londrina no qual eu e mais dois amigos apresentamos um trabalho sobre Direito Ambiental.

Não era gay coisa nenhuma, era alguém que me reconhecera por eu ter falado em público.

Bonner falava sobre Mianmar.

- Quando não há interesse, os EUA não vão lá tacar bomba, né?, atalhei.
- Haha, magina.

E depois disso nos colocamos a discutir sobre a intromissão do humanismo no Direito Penal. E não querendo perguntar o nome do colega, fui embora, alegando que tinha que terminar de arrumar a mudança.

- Mudou aí pro lado? Bacana. Qualquer coisa que precisar passa lá na Unifil. Falou.

Suposições. Criamo-nas para nos proteger? Por preconceito? Medo? A maioria das pessoas evita uma conversa com um estranho custe o que custar. Algumas evitam até mesmo com seus conhecidos. Ninguém mais presta atenção naquilo que o cerca. O mundo está ficando quadrado e o medo faz todo mundo viver morto. Onde estão as iniciativas? A vergonha acanha todo mundo, e vivemos sempre comedidos e cautelosos. Não quero um mundo assim.

Se não estivesse doente, pedia uma Skol e ficava lá, a falar mal do sistema prisional brasileiro com o cara.

4 comentários:

maila disse...

ahhh duvido! hahah brincadeira
eu soh sou um tanto quanto timida, mas quando puxam papo cmgo e me dao bola... ahhh já era! mas como as pessoas pensam que eu sou mitida (mas soutimida) elas geralmente nao puxam papo cmgo hahahahaha
dsajodksaodkasp[okdp[sads


ap nooovo *.*
quero ver!
;D

;*

maila disse...

ahhh duvido! hahah brincadeira
eu soh sou um tanto quanto timida, mas quando puxam papo cmgo e me dao bola... ahhh já era! mas como as pessoas pensam que eu sou mitida (mas soutimida) elas geralmente nao puxam papo cmgo hahahahaha
dsajodksaodkasp[okdp[sads


ap nooovo *.*
quero ver!
;D

;*

Tyler Bazz disse...

O Americano estpa desvalorizado desde o fim da Segunda Guerra, mais ou menos.

Isso é errado.

Lígia disse...

ahuheuhuae passa na unifil depois então!

aliás, mto legal ficar imaginando as cenas que vc descreve no blog..as pessoas que as compõe nem imaginam que vc as descreve aqui, num blog..ahuehuhae surreal..
aliás, vc já tentou imaginar o orkut das pessoas que passam por vc? mor estranho..

=***