15.6.07

Mudança, de novo?

Há influências e influências.

Por mais que os filósofos falem bem e sabiamente, eles são só um bando de cadáveres com voz eterna. Calem-se papagaios do saber!

Eu disse no último post que estava de saco cheio. Pois bem, se chegou a esse nível, então é melhor mudar.

Sempre admirei quem consegue rir das situações mais adversas. Eu também quero ser assim. Chega de me deprimir por merdas. Vou tentar ser um cara mais relaxado.

Lógico que isso não significa me emburrecer, só vou deixar de ser tão...sério.

Afinal de contas, se elogiam o meu sorriso, é preciso mostrá-lo mais vezes por aí.

Sinto-me cada vez mais imerso no mundo adulto. E isso exige que eu tenha poder de conquista e persuasão.

So, let´s rock! And roll.

Um comentário:

Ju disse...

Muitas vezes o melhor que a gente pode fazer é ser flexível.
E enfrentar a vida com um pouco mais de leveza!

Eu com um monte de trabalhos na facul, acabei desleixando com seu blog! Não comentei mas li os outros posts agora, tá?

Cadê minhas férias que não chegam...

=***